Vale profundo

IMG_0041

La Paz é uma cidade surpreendente, encaixada num vale profundo rodeada pela cordilheira dos Andes. Devido aos impostos que aplicam sobre as casas finalizadas, a malha urbana é toda composta de tijolo e argamassa o que dá a esta mega cidade, o aspecto de uma favela gigante. Mas La Paz tem muito encanto, praças, igrejas, edifícios monumentais e uma população que mescla na perfeição os tiques mais cosmopolitas com os semblantes mais indígenas. Esta cidade, reconhecida por muitos como a capital, embora seja apenas sede do governo, a verdadeira capital é Sucre, está a 3.600 m de altitude…aqui, fartei-me de mascar folhas de coca para vencer as dores de cabeça, sentia o crânio apertado com a força de um torniquete. Foi em La Paz que me levantei a correr de um almoço para ir vomitar à casa de banho. Nem no deserto do Uyuni me tinha sentido tão aflita com a pressão atmosférica, nem tão asmática em cada lanço de escada. Foram apenas umas horas, e é garantido, que depois de me ter debruçado para vomitar, levantei-me como uma mulher nova, recuperei o apetite, a fome e a cadência da respiração. O que mais me preocupava, era carregar o mal estar sobre o assombro da paisagem, mas consegui superar. Agora digo consolada, que o único momento menos simpático desta viagem ficou enterrado numa casa de banho e a Bolívia merece o consolo das melhores memórias e uma vontade imensa de regressar. — em La Paz.

Comments

comments