Blog Archives

GANGA NISSO

macacao-15

Sabia nesse preciso momento em que estávamos a fotografar, o “buzz” que seria, o apontamento de lingerie e um pedaço de corpo descoberto.
Sobretudo o teu:)
Não sou tua advogada, sou tua amiga, mas hoje, nem como amiga falo, escrevo apenas como mulher. Porque assisto a isto, vezes sem conta, de forma tão subliminar e tão escancarada.
O pudor é da contabilidade de cada um, tal como a propriedade do corpo. Faço milhares de sessões por ano, muitas delas “boudoir” (sessões de lingerie em estúdio) que não divulgo aqui, porque não é aqui a esfera onde vivem, é na recordação de auto estima que algumas clientes minhas, resolvem oferecer a elas mesmas, às vezes fruto de paixão a outro, outros fruto de um gigante amor próprio. Gosto desses momentos, quando nos vejo a vencer o medo, quando o “que se lixe” fala mais alto “do que é que os outros vão pensar de mim”.
Não há rebeldia nenhuma no exercício do amor próprio, há uma imensa serenidade que nos pacifica com a mente, com o corpo e com o momento.
E fico feliz à séria, quando é através da minha lente que deixo registado esse encontro, tão livre de espartilhos, que vai ganhando cada vez mais terreno no coração das mulheres.

macacao-5

macacao-2

macacao-19

macacao-4

macacao-13

macacao-9

anos-mariana-1

Comentar

MEU, MINHA, NOSSO

all-black-daily-cristina-1

Sexta-feira lançaste um perfume de homem na Moda Lisboa. Estás sempre a lançar coisas.
Identifico-me contigo, nisso. Não consegues estar parada e isso faz com que tudo mexa à tua volta.
Mas na sexta feira não me consegui mexer. Não do sofá, não dos 1001 Dalmatas que estava a dar na televisão e não, do colo das minhas filhas.
Mandei-te uma mensagem a dizer que não ia. Era tão teu quanto MEU o momento. E só porque és um bocadinho MINHA também, percebeste o quanto isto é NOSSO.

Shooting for Daily Cristina
Styling: Joyce Doret
Make-up: Inês Franco
Location: Hotel Inglaterra

all-black-daily-cristina-9

all-black-daily-cristina-2

all-black-daily-cristina-10

all-black-daily-cristina-13

ye2a6324

all-black-daily-cristina-7

all-black-daily-cristina-12

all-black-daily-cristina-4

all-black-daily-cristina-5-copy

Comentar

Não sou gaivota

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-21

Uma das coisas que me dá mais saudade são os passeios por Lisboa.
De Alfama, e sem ser de barco, chegava ao Castelo em minutos e punha a mão no Tejo em segundos. Sem falar da vista, que o alcançava em todas as janelas. E o que eu gostava daqueles cruzeiros estacionados no beiral da minha janela, com aquelas luzinhas amarelas e toda a gente em pé, no convés da chegada. O que eu adorava a percepção da sombra gigante a anunciar a partida. Tinha sempre poesia de todos os ângulos, quer fosse o trânsito dos navios, o voo paralisado das gaivotas contra o vento ou o tejo cinzento e amuado nos dias em que chovia. Este ano que aí vem vou procurar nova morada. Talvez não recupere o Tejo na minha janela, talvez tenha a sorte do rio desaguar num mar ainda maior, ou talvez abra a porta para um jardim esverdeado, permutado sem esforço à calçada lisboeta. Seja o que for e onde for é de ir. Gosto de fazer morada em várias moradas. E nunca me assustou a mudança, o que me assusta sempre é a paralisia lenta de ir permanecendo igual sabendo que não sou gaivota.

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-6

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-28

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-27

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-3

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-16

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-15

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-1

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-20

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-8

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-18

DC | look 5| Hotel Santiago Alfama-29

Comentar