Não era"s" a mesma coisa

YE2A6054_2116

Podia”s” ser diferente? Podia”s”.
Devia”s”? Devia”s”.
Mas se calhar não era”s” a mesma coisa.
E assim, se estreia a Camila com um desenho para a mãe, no novo chão, da casa nova.
Está empenhada.
Escolhe várias canetas coloridas, torce a língua, pede-me que não veja, fecha o cotovelo sobre o desenho, a cara concentrada sobre o papel, penso ver flores, corações muitos, aumenta o suspense com a ajuda que pede à Caetana nas palavras que não sabe escrever.
É um desenho para mim.
O primeiro na casa nova.
Quando termina, entrega-me em mãos.
Recua dois passos e sorri.
A mancha é cromaticamente agradável, tem novas letras, provavelmente as que anda a aprender.
E no centro da folha, bem acima da palavra dedo…
…da letra “d” da última sexta de aulas, diz:
” Tu és uma vaca mãe”
Também te adoro, minha estúpida:)

Comments

comments