Manhosa...

IMG_4075 Estás a crescer muito rápido, Manhosa…
Mas com 4 anos, a pender para os 5, ainda usas chucha e quando a brincadeira é grande e não queres cortar o teu barato ainda fazes um xixi ou outro em jeito de “esqueci-me”. Mandas como ó caraças na mana mais velha, que te adora e te tolera, porque cresceu a ouvir em modo repeat, que eras a mais nova. Tenho muita culpa do teu mau feitio porque ralho menos do que devia, salvo-te dos castigos de minutos, em menos de uns segundos, e a minha mão quando vai ao teu rabo é mais para apertar que para sacudir. Sei exactamente o que devia fazer, ou acho que sei, mas há qualquer coisa nesse teu ar, que misturado com o cansaço de me ter esmerado com a mais velha, me atenua a intolerância e me enfeitiça.
Já tentei dar-te uma palmada de olhos fechados mas a tua cara redonda não me sai do pensamento.
Apanhas-te-mesmo muita bem! Depois falo com o pai e peço-lhe que aperte ele contigo, assumo a minha fraqueza, mas o pai padece do mesmo mal. Vou te educando como posso, e como não te dou em porrada, dou te em amor. Talvez por isso te queixes da força com que te abraço, do tempo que me demoro nos beijos e o que resisto a soltar-te do meu colo. Já diz o provérbio, quem não caça com cão caça com gato.
E enquanto não aprendo a meter-te no lugar, amo-te como posso.

Comments

comments