I'm ready for u!

IMG_0466_2743 Estamos a 29 de Agosto, a rasar Setembro, é assumido que a partir de agora já não consigo dar-me ao Verão da mesma forma. Não, sem que me assalte ao pensamento a lista do material escolar, as reuniões de apresentação, a rotina perra das idas e vindas às escolas, as inscrições nas actividades curriculares, as fichas das férias que ainda vão no início (já o Verão vai no fim), o regresso do pior pesadelo da maternidade – os TPC´s e todas aquelas dores, que a bem da honestidade feminina deviam fazer parte intrínseca de um curso de preparação para o parto. Depois do atlas das férias eis-nos na recta final da queima dos dias. De um lado as crianças que já não sabem o que é a auto-suficiência das 4 paredes há pelo menos 3 meses, do outro, encostada à parede, eu, pobre criatura que suspira pela possibilidade longínqua de me ver a sós, com um vodka tónico na mão e um ganda som, a fazer as vezes das vozes agudas das minhas loiras.
Já não sei mentir e confirmo que a 29 de Agosto, estamos todos fartos uns dos outros.
Já rapinamos a praia, o campo, a pradaria, a savana, a floresta, os animais, os santos populares, os impopulares, as cartolinas, as gomas, os crepes com e sem gelado, os sunsets e o nascer do sol, o arborismo, o alpanismo, os desportos náuticos e todas as suas vibrantes declinações, a lua grande, pequena e média, as pinturas em tela do chinês, os origamis e os fatos de carnaval, os biscoitos improvisados, os filmes de aluguer, os meios de transporte e locomoção e todos os espectáculos gratuitos que a cidade oferece para nos animar. Queremos tréguas, pousio, hibernação, desmilitarização do verão, render da guarda, queremos intervalos de nós mesmos e uns dos outros. Somos umas porreiras, mas nem elas já crêem na minha capacidade de entretainer, nem elas se querem mais entreter:)
Ansiamos pelo confronto franco da rotina, mesmo sabendo o quanto esperámos pelo Verão e, curiosamente sabendo que o vamos chorar, quando vier para casa a 1ª missão escolar, na forma, da sempre original composição sobre o Outuno depenado, as castanhas e as folhas caídas.
Sei que o arranque lectivo pega pesado, mas venha daí a rotina em acção que já não há saco para a falsa curtição da espera.
Come on September!! I’m ready for u!
(i like to think so…)

Comments

comments