Há quem diga

YE2A0333

Há quem diga que eu tenho uma visão hiper realista da maternidade. Outras há que dizem que toda a gente tem.
Há quem não diga nada.
E há quem diga, por cima de quem diz o que sente, que a maioria mente.
Nos dias maus estou desvairada e arrependida.
Nos dias bons sou a mãe transversal de toda a cria.
Quando me falta a paciência digo mal até mais não.
Depois bebo um trago longo de tinto e toda eu sou perdão.
Culpa? Ninguém a tem. Nasce do ser diferente.
A única cena comum que temos com toda a gente:)

Comments

comments