Este é seguramente o mais fácil

untitled-29-2

Só muito raramente fotografo casamentos. Muito raramente mesmo. E as razões pelas quais não o faço, já as expliquei aqui:)
Este sábado fotografei o casamento da Rita e do Rui. De todos os momentos que presenciei e fotografei, houve um que me marcou. E por isso, preciso de o escrever antes que me esqueça, sobretudo, antes que a sobreposição das emoções desta vida, raspem o efeito delicioso que o momento provocou em mim. Engraçado, que o que mais me emocionou não há máquina que grave ou clique que o detenha, só a fabulosa máquina da memória e os corações suficientemente abertos para absorverem palavras assim, o discurso do noivo. Não sei repeti-lo, nem o faria, se o soubesse. Não tenho esse direito. Da presença, da voz, do gesto, das sensações, da fluência, da música, houve um parágrafo que me chamou a atenção e que se traduzia em algo semelhante:
“Obrigado por estarem aqui, de todos os dias do nosso casamento este é seguramente o mais fácil.”

Comments

comments