Dose certa de silêncio

IMG_0225_8736Hoje foi a vez de receber o report das aulas de dança da loirinha mais pequena, parafraseando a professora: “A aluna tem interesse, é curiosa e participativa nas aulas de dança. No entanto, a sua vontade conversar, distrai-a muitas vezes e faz com que perca a concentração nos exercícios.” Dá para perceber que o blá blá das loiras lixa-nos a concentração. Dá para adivinhar, que mesmo à segunda, não acertei na dose certa de silêncio e concentração, dá para ver que enquanto houver seres humanos à nossa volta, a conversa vai ter prioridade sobre os assuntos menores, e dá para captar, que se o conhecimento não vier enrolado em conversa a digestão será sempre lenta, dá para ter a certeza que não temos problemas de timidez ou sociabilização e que vamos ter que meditar sobre a disciplina do carácter em conversa, uma boa, com gente boa, daquelas que a gente gosta. Que haja pelo menos constância na avaliação e que seja sempre o interesse pelo mundo e pelos outros que nos distrai pelo caminho, antes o déficit de atenção à matéria, que o isolamento mordaz da anti-sociabilização.
Fica a promessa da introdução do capítulo da concentração, em doses recomendadas, com intervalos de blá blá blá, que a malta em conversa antiga já sabe: não se podendo ter tudo, que se abrace o que se tem:)

Comments

comments