Cagaço do caraças

untitled-229Quando soube pela primeira vez que ia ter uma rapariga fiquei com um “cagaço do caraças”…lembrei-me de ser filha, lembrei-me das vezes que detestava a minha mãe, lembrei-me de achar que ela estava a milhas do meu universo, dos meus gostos, dos meus sonhos e dos meus kits. Também me lembrei das vezes que pensei fugir de casa, e de todas as vezes que por cagaço e mimo, não consegui. Lembrei-me como era intensa, dramática e problemática. Lembrei-me dos gritos de revolta no diário e da roupa conservadora que recebia no Natal. Lembrei-me de querer tudo e não querer nada, logo a seguir. Lembrei-me de achar que o meu mundo era pequenino para a minha grandeza e de me sentir pequenina na grandeza do mundo. Lembrei-me da pressa com quis depilar, fumar, beijar e amar. Lembrei-me de ser crescida e ter vergonha de pedir colo outra vez.
Quando olho para ti, revejo-me, na intensidade, na frieza romântica e no dramatismo. Já tens 6 anos (puxa vida!!), já estás mais menina que bébé mas muito mais criança que menina. Acho-te piada, acho-te graça, gosto mesmo à séria de ti. Acho que é recíproco e espero estar a corresponder nos gostos, nos sonhos e nos Kits:))

Comments

comments