Verde esperança

IMG_0329_8840Cheguei da Alemanha no sábado à tarde, fiz uma mala à pressa, agarrei as duas loiras e fugimos para o Alentejo.
Foi a melhor coisa que fizemos.
No caminho, ainda apanhámos o pôr do sol cor de rosa a descer sobre Sines. Quando chegamos ao monte já era noite, acendemos a lareira, preparamos o churrasco, abrimos o vinho, fizemos as camas e levamos os pulmões em conjunto à noite estrelada, só para dar aquelas baforadas que nos carregam de vida.
De manhã, quando acordamos, a lareira ainda crepitava, chovia lá fora mas o tempo estava quente.
Estava mesmo convencida que ia passar a tarde na praia do Malhão a vê-las encurtar a bainha das calças e a desafiar as marés, enquanto eu fotografava de rabo moldado na areia quente. Mas São Pedro recuou, e nós avançamos pelo campo a dentro, semeando árvores, cortando as ervas daninhas, apanhando “Marias-Café”, salamandras coloridas e caracóis.
A chuva fez os campos tão verdes, que era uma pena se São Pedro não nos tivesse fintado o caminho.
Vamos ter muita areia dourada mais à frente e não há nada como curtir o capim bravo do campo, quando ainda somos pequeninos, e à altura dos nossos olhos o céu ainda tem um bocado grande desse verde esperança.
Que maravilha de fim de semana!*****

Comments

comments