Família | Gigi

Como tenho duas raparigas, fico sempre curiosa quando vou fotografar uma mãe com dois filhos rapazes.
Observo e observo. Não generalizo, mas parece-me sempre que os rapazes, a par de toda a rebeldia, têm uma ternura com as mães, que a mim, só me é dada a experimentar em momentos travados, parados ou que antecedem o sono:)
As miúdas são muito independentes, conversam imenso connosco mas não nos assaltam à socapa com beijinhos, nem irrompem um momento qualquer para nos esganarem num abraço. O amor é inquestionável mas intelectualiza-se na expressão viva de um dialogo e vai nos fugindo o colo. Ainda me falta um bom caminho para ir aos abraços dos genros, mas quando os tiver, que sejam assim, carinhosos e divertidos como estes seus dois rapazes! Parabéns Sandra:)

Comments

comments