Imagino-me descalça

IMG_8164_6661

Anseio vezes e vezes em conta, por estes dias…em que a chuva determina a minha inclusão em casa.
Em que me imagino só, soterrada entre livros, com um copo de tinto a aquecer na mão, encostada no sopé do sofá, entre almofadas dispostas cuidadosamente no chão. Dias tão cinzentos, que a minha lista de spotify e o tinto do meu copo são as únicas notas de cor.
A verdade é que também não imagino que as crianças estejam em casa nestes dias, imagino-me descalça, sem tarefas ou check list, gestora única da minha fome, sem vontades e apetites alheios, senhora da minha digestão, rainha absoluta das minhas vontades.
Mas normalmente São Pedro lixa-me. Suponho que a sua inexperiência no campo paternal, dite a forma aleatória com que decide se hoje faz chuva ou faz sol.
O que acaba por acontecer é que a chuva efectivamente determina a minha inclusão, e a das loiras também…e nota de cor do tinto, perde-se no arco-íris perverso dos brinquedos na sala, no livro que tomba para o sopé do sofá e na televisão que se anima com um filme qualquer. Não discuto, entrego-me ao novo cenário e curto.
Talvez logo à noite, se São Pedro me deixar adormecer ao som do seu choro pesado, eu consiga pedir-lhe com jeitinho, que me dê um dia cinzento para entornar o meu tinto.

Comments

comments