Espaço para fazer Presente

IMG_0657 copy

Queridas loirinhas,
Não tenho dado grandes notícias, porque estou a preparar a vossa casa nova. Dá trabalho, muito trabalho.
E vocês têm tanta tralha, que estou me a ver grega para decidir se dou à morte, tudo o que é Monster High amputada, peças de lego e nenucos semi-nus. Já para não falar, de todas as meias sem par, vestidos sem botões, camisolas com borbotos, botas de biqueiras rotas e todos aqueles vestidos fantasia da loja do chinês…
Já dei 18 sacos de 100 litros a instituições, com roupa que não usamos, e mesmo assim, sobram 88 caixotes cheios de passado, roupas, fotografias e cenas, muitas cenas. Onde é que fomos buscar tanta coisa? Onde é que está a nossa filosofia do desapego?
Olho para os vossos desenhos cheios de corações e não consigo amarfanhar, dou de caras com uma foto amarelada de cantos dobrados e não consigo deitar fora, descubro aquele vestido, daquele dia feliz e guardo no saco, pego nas mãos aqueles sapatinhos vossos e….loop, loop e loop.
Acontece que há minha volta apinham-se memórias em caixotes, mas é preciso ter espaço para fazer Presente. Sei que vamos ter sempre muitas histórias. E também sei que o coração e a cabeça têm espaço ilimitado.
Amanhã pratico o desapego.
Saudades vossas (que não dão para encaixotar),
Mãe

Comments

comments